Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Clívia Caracciolo - Clívia Caraccíolo é jornalista e advogada, nascida em Belém do Pará e cidadã do mundo. Antes de se estabelecer na Holanda, morou em Londres. Especialista em desenvolvimento sustentável, energias renováveis e mudanças climáticas, temas que atualmente está prestando consultoria, mas é apaixonada mesmo por jornalismo multimídia. Viciada em noticiários.
 
O futuro do Brasil é agora, afirma Lula
 
Data: 11/04/2008
 


O presidente Luis Inácio Lula da Silva deixou a Holanda, nesta sexta-feira, com a sensação de missão cumprida: as reportagens na mídia holandesa foram as mais favoráveis e manifestaram o ânimo de empresários holandeses virem a investir, pesadamente, no Brasil.

De acordo com a análise do diário Het Financieele Dagblad, os empresários holandeses acreditam que “o presidente Lula está sério em sua proposta de reformar o sistema de tarifas fiscais e de promover mudanças burocráticas. Ainda que empresas como a Philips e a Shell há mais de meio século tenham sedes no Brasil, outras companhias holandesas até agora não se sentiam atraídas a investir, mas a partir de um encontro do presidente Lula e lideranças empresariais da Holanda, na sede da Philips esta visão mudou”. Para complementar a promoção de estreitamentos comerciais, o Brasil organizou o seminário Brasil-Países Baixos, oportunidades de negócios, ocasião em que os empresários ouviram quais são as perspectivas e alternativas que o país oferece a investidores.

Já a brasilianista e professora da Universidade de Leiden, Marianne Wiesenbron opina “que o crescimento econômico do Brasil tira o país da lista de países emergentes e o coloca em direção ao clube dos países desenvolvidos”. O presidente Lula concorda plenamente com esta opinião e disse que felizmente está cumprindo suas metas sociais, educacionais e financeiras, além de outras em vários setores, conforme ele previu dentro do prazo (do mandato presidencial).

Lula e sua comitiva vieram à Holanda para assinar protocolos nas mais diversas áreas como portos e transportes marítimos, educação profissional e profissional superior, patrimônio cultural comum e no campo de bioenergia e biocombustíveis. Com a ministra para Assuntos Econômicos, Maria van der Hoeven, Lula assinou acordo de cooperação bilateral aproveitando a conveniência da experiência brasileira na fabricação de biocombustíveis e a posição costeira da Holanda que vai servir de porto escoador deste biocombustível para o resto da Europa. O secretário de Estado para assuntos econômicos Frank Heemskerk viaja este domingo para uma visita de cinco dias ao Brasil junto com o prefeito de Roterdã, Ivo Opstelten e 45 representantes de empresas holandesas. A delegação irá conhecer companhias brasileiras dos setores de logística e transportes.

No protocolo sobre os portos ficou previsto que a Holanda vai mandar assistência técnica de especialistas do porto de Roterdã para o Brasil a fim de ajudar na modernização dos portos brasileiros, enquanto que o Brasil vai lançar edital internacional para selecionar uma empresa privada que fará um plano estratégico para o setor portuário. Durante o almoço oferecido pela rainha Beatrix ao presidente Lula e sua mulher, Marisa Leticia, no último dia da visita oficial, o primeiro ministro holandês, Jan Peter Balkenende, declarou que ele “vê o Brasil desempenhando, no futuro, um grande papel de liderança no mundo, seja na política ou na economia e que tanto literalmente quanto de maneira figurada o Brasil está com o ouro nas mãos, com sua fauna e flora únicas, com matéria prima para energia jorrando do chão, com uma situação nacional estável, sem esquecer de seu povo jovem e otimista. De sua mentalidade otimista, nós aqui na Holanda ainda temos o que aprender”, concluiu Balkenende.

O presidente Lula despedindo-se da Holanda, no encerramento do seminário para empresários locais rebateu a previsão de Balkenende e afirmou que dentro de seus 62 anos, a pelo menos 40 anos ele vem escutando que o Brasil é um país do futuro. Para o presidente: “o futuro é agora e eu não estou disposto a jogar nenhuma oportunidade fora”.

Da Holanda, Lula foi para República Tcheca e em Praga, ele ficará apenas um dia para assinar mais protocolos de cooperação com o presidente Václav Klaus. 

Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641