Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
Os parlamentares já estão de férias
 
Data: 21/12/2007
 

 

Brasília - Na prática, o Congresso Nacional só funcionará no próximo ano. A não ser que algo muito catastrófico aconteça. Falo isso porque, no início do recesso do meio deste ano, um avião da TAM explodiu em Congonhas e deputados se reuniram no período em que a nação descansaria deles. E olha que os aeroportos já estão dando sinais de que teremos mais um final de ano complicado. Tomara que Deus nos ajude... 
 
O último suspiro de atividade dos parlamentares em 2007 foi promulgar a prorrogação da DRU (Desvinculação das Receitas da União). Para dizer a verdade, o povão não entende o que é a DRU. Por sua vez, a imprensa teve que aprender o que esse mecanismo na semana passada. Isso porque a vedete de toda a cobertura jornalística era a CPMF (Contribuição Provisória sobre Movimentação Financeira). Resultado: a CPMF foi rejeitada e a DRU, aprovada.
 
No último dia de atividade do Parlamento, os congressistas também aproveitaram para homenagear o arquiteto Oscar Niemeyer pelo seu centenário e por sua obra.
 
Apenas para citar dois depoimentos sobre a nossa maior referência na arquitetura, transcrevo o que disse o senador Eduardo Suplicy (PT-SP): "Niemeyer é um artista que soube captar a beleza das linhas na construção de um mundo mais bonito". E o que disse o senador Mão Santa (PMDB-PI): "Niemeyer só perde para o arquiteto do universo, o nosso Deus".
 
Mas o fim da CPMF continua a ser o principal assunto do meio político. Apesar do nosso presidente ter afirmado, nessa quinta-feira, que não perdeu "nem meio minuto de sono" com o fim do imposto do cheque, a maior derrota política do governo Lula imposta pelo Congresso parece que ainda vai ecoar por um bom tempo como assunto principal de nossas editorais mais "sérias".
 
O próprio presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), divulgou hoje uma pesquisa, encomendada pelo próprio Senado, que revela que 78% dos brasileiros aprovaram a rejeição da CPMF. Já o presidente do Banco Central, Henrique Meirelles, foi ao Senado para dizer a quem quisesse ouvir que o fim da CPMF não comprometeria as metas fiscais do governo.
 
"Reafirmo o compromisso do governo com a manutenção do superávit primário e com a consistência da política fiscal", disse Meirelles, com a clara intenção de acalmar o mercado financeiro. Já que o ministro da Fazenda e o presidente da República demoram a se entender, Meirelles tem que tranqüilizar os investidores internacionais.
 
O próximo ano promete, e muito, em relação a tal da reforma tributária. Lula avisou que enviará uma proposta ao Congresso em fevereiro. Se bem feita, a tão esperada reforma tributária amenizará a violenta carga tributária que o brasileiro é obrigado a pagar.
 
Se mal feita, o que é o mais provável, essa reforma pode até diminuir a quantidade de impostos, mas afetar áreas essenciais. O que deve ser feito é cortar tributos e aumentar a eficiência de suas aplicações.
 
Com o quadro político que contamos, alguém aí acredita que isso épossível? Sem contar que o ano de 2008 será extremamente curto, uma vez que o segundo semestre será de eleições municipais.
 
Com ciúmes da atenção dedicada ao Senado, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP), prometeu compensar as quatro semanas em que os deputados não votaram nada em plenário.
 
"Vamos trabalhar na quarta-feira de cinzas e nas segundas-feiras seguintes, justamente porque essa lentidão no final do ano incomodou. Então vamos pisar no acelerador", disse o petista. E que 2008 seja melhor para todos!
Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641