Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
Deputados terão reajuste em verbas de gabinete
 
Data: 11/04/2008
 

 

Brasília - Menos de 24 horas depois de o Senado aprovar uma emenda que garante aos aposentados o mesmo reajuste aplicado ao salário mínimo, o presidente da Câmara, Arlindo Chinaglia (PT-SP) anuncia que encomendou um estudo para analisar a possibilidade de um reajuste na verba indenizatória dos parlamentares.
 
Hoje, os 513 deputados federais recebem, cada um, R$ 50,8 mil para serem gastos no pagamento de assessores. O estudo anunciado por Chinaglia também deve propor reajustes salariais aos servidores dos Três Poderes, que terão aumento proporcional às perdas com a inflação dos últimos três anos. O anúncio deve ser feito na próxima semana. 
 
Parlamentares consultados por diversos veículos de comunicação concordaram com o aumento da verba indenizatória. Contudo, quando o tema é aumentar a aposentadoria proporcionalmente ao reajuste do salário mínimo, os governistas reclamam. 
 
A principal queixa é que, caso os deputados venham a referendar essa emenda do senador Paulo Paim (PT-RS), o governo terá um custo adicional, apenas neste ano, de R$ 3,5 bilhões na Previdência. 
 
“O crescimento sustentável que vive o Brasil não se harmoniza com esse jogo de pegadinha que tem sido praticado no Senado. Se nós optarmos pelo caminho do Senado, podemos estar colocando em risco a política de aumento real dos benefícios previdenciários que está em curso”, avalia o líder do PT na Câmara, Maurício Rands (PE). 
 
A oposição, por sua vez, criticou a base governista no Senado que, apesar dos pesares, orientou a votação favoravelmente. “Simplesmente votamos com a Casa”, afirmou o líder do PSDB no Senado, Arthur Virgílio (AM). “Acredito que eles não são irresponsáveis, fizeram contas e devem ter visto que o dinheiro dava”, complementou o tucano. 
 
A próxima semana será decisiva em duas questões extremamente delicadas para o Congresso: o futuro da CPI mista dos Cartões Corporativos e a proposta de emenda constitucional que trata da mudança no trâmite das medidas provisórias. 
 
Em relação à CPI, a presidente do colegiado, senadora Marisa Serrano (PSDB-MS), já avisou que, caso os requerimentos de convocação sejam rejeitados, ela dará prazo para que o relator apresente suas conclusões. A CPI votará mais de uma centena de requerimentos na próxima terça-feira, entre eles o que requer a convocação dos ex-ministros da Casa Civil José Dirceu e Pedro Parente. “Se uma CPI não investigar, não é uma CPI”, destacou a senadora.
 
Sobre a mudança no trâmite das medidas provisórias, a comissão especial instalada na Câmara deve votar, também na terça, o parecer do deputado Leonardo Picciani (PMDB-RJ). Entre as mudanças propostas, está o fim do trancamento de pauta após a MP ter seu prazo vencido. Atualmente, se não for apreciada em 45 dias, uma medida provisória tem prioridade e as demais matérias só podem ser analisadas após sua votação. Uma possibilidade estudada é inversão de pauta. 
Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641