Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
Lula promete anunciar medidas anticrise até final de janeiro
 
Data: 15/01/2009
 

 

Na primeira reunião da coordenação política do governo em 2009 o presidente Lula prometeu que até o final de janeiro serão anunciadas novas medidas para conter os efeitos da crise mundial no Brasil.
 
Segundo assessores do Planalto, o petista reiterou seu otimismo na economia brasileira. Ontem, Lula reiterou que o governo não cortará investimentos e que os economistas que apostam no baixo crescimento da economia brasileira este ano vão errar suas projeções.
 
“Vão errar. Podem ficar certos de que vão errar. Eu só estou dizendo que os economistas que estão apostando no crescimento de 2% vão errar”, disse o presidente em São Paulo, logo após participar da abertura da maior feira calçadista da América Latina, a Couromoda.
 
Além do vice-presidente, José Alencar, também participaram da reunião os ministros Tarso Genro (Justiça), Dilma Rousseff (Casa Civil), José Múcio (Relações Institucionais), Luiz Dulci (Secretaria Geral da Presidência), Franklin Martins (Comunicação Social). Por sua vez, os ministros Guido Mantega (Fazenda) e Paulo Bernardo (Planejamento), que estão de férias, não participaram do encontro.
 
Emprego na indústria 
 
De acordo com levantamento divulgado nesta semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o emprego na indústria nacional recuou 0,6% em novembro de 2008. O resultado, comparativo ao mês de outubro do ano passado, é o pior desde outubro de 2003, quando o emprego no setor recuou 0,7%.
 
Ainda segundo o IBGE, o emprego na indústria permaneceu positivo, com 0,4%, na comparação entre novembro do ano passado e novembro de 2007. Apesar disso, essa é menor taxa desde outubro de 2006 (0,3%).
 
“Setorialmente, houve aumento do emprego em onze dos dezoito ramos pesquisados, sendo que as principais influências vieram de máquinas e equipamentos (6,3%), alimentos e bebidas (1,9%), minerais não-metálicos (7,5%), meios de transporte (4,1%) e máquinas e aparelhos eletroeletrônicos e de comunicações (4,9%). Em sentido contrário, vestuário (-9,8%), calçados e artigos de couro (-8,2%) e madeira (-9,9%) exerceram os principais impactos negativos na taxa global”, afirma o instituto.
Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641