Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
CNT/Sensus: avaliação positiva do governo brasileiro cai 4,4 %
 
Data: 11/09/2009
 

Pesquisa CNT/Sensus divulgada nessa terça-feira (8) revela que a popularidade do governo Lula caiu para 65,4%. O levantamento também aponta que a avaliação negativa do governo cresceu para 7,2%. Em maio, a avaliação positiva do governo estava em 69,8% (4,4% a mais do que a atual) e a negativa em 5,8%.

“A aprovação do desempenho pessoal de Lula situa-se em 76,8% e a desaprovação em 18,7%. Em maio de 2009, a aprovação era de 81,5% e a desaprovação,15,7%”, afirma a Confederação Nacional do Transporte (CNT).

Segundo a confederação, a queda na popularidade do governo e de Lula “pode ser atribuída à mudança de postura do presidente em relação a questões como os episódios envolvendo o presidente do Senado, José Sarney [PMDB-AP], e o conflito Dilma-Lina Vieira, além da percepção de que há falhas na área da saúde”.

Conforme afirma o estudo, 83,6% dos entrevistados têm acompanhado a gripe A. Desses, 52,4% avaliam que o Brasil tem combatido adequadamente a nova gripe.

Em relação à eleição presidencial de 2010, a CNT/Sensus afirma que o presidente Lula lidera a corrida presidencial, em votação espontânea, com 21,2%. O petista é seguido pelo governador de São Paulo, José Serra (PSDB), que tem 7,7%. A ministra da Casa Civil e eventual candidata do PT ao Planalto, Dilma Rousseff, tem 4,8% da preferência. O governo de Minas Gerais, Aécio Neves (PSDB), conta com 3,1%. Por sua vez, o deputado Ciro Gomes (PSB-CE) tem 1,0%. O ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) também tem 1,0%. A presidente nacional do Psol, Heloísa Helena, e a senadora Marina Silva (PV-AC) contam com 0,9% cada uma.

Nas pesquisas estimuladas, José Serra ganha o primeiro e o segundo turnos em todas as simulações. O tucano chega a registrar 42,2% da preferência no primeiro turno e 54,8% no segundo. Dilma Rousseff lidera as intenções quando Serra não consta entre os candidatos. A petista chega a 25,6% das intenções no primeiro turno e a 35,8% no segundo. Aécio leva a disputa no caso de Serra e Dilma não disputarem o pleito.

Em duas simulações, a pesquisa considera a candidatura do deputado Antonio Palocci (Pt-SP), ex-ministro da Saúde. O petista registra entre 7% e 8,5% da preferência, mas é superado por Serra, Aécio, Heloísa e Marina.

“Na esfera sucessória, o governo está ficando sem plano B, já que Antonio Palocci não apresenta bom resultado na pesquisa. Serra e Aécio apresentam viabilidade eleitoral”, avalia o levantamento.  

Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641