Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
Câmara deixa ficha limpa para fevereiro de 2010
 
Data: 11/12/2009
 

O Dia Internacional de Combate à Corrupção, comemorado nessa quarta-feira (9), não foi capaz de emplacar o projeto que exige a "ficha limpa" para os candidatos nas eleições em todos os níveis. “Isso eu vou começar em fevereiro”, afirmou o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP).
A proposta faz parte de um pacote anticorrupção, que está pronto para ser votado no plenário da Câmara. Para que entrem em pauta, no entanto, essas propostas dependem de acordo entre as lideranças partidários e o presidente da Casa.

O secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Dom Dimas Lara, entregou hoje a Temer mais 200 mil assinaturas em apoio ao projeto. De acordo com o religioso, a proposta já conta com a adesão de mais de 1,5 milhão de brasileiros.

Dom Dimas pediu que a proposta comece a ser debatida e lamentou o adiamento da análise da matéria. Segundo o bispo, uma seleção prévia de candidatos traria menos preocupações com comissões parlamentares de inquérito (CPIs).

Temer ressaltou um alerta do deputado Chico Alencar (Psol-RJ): também há pessoas ligadas a movimentos sociais condenadas em primeira instância. Caso o projeto da ficha limpa seja aprovado, elas seriam impedidas de se candidatarem.

Membros da Frente Parlamentar de Combate à Corrupção e entidades da sociedade civil realizaram nesta quarta uma manifestação na Câmara. Eles cobraram a votação dos projetos e ressaltaram a importância da participação popular nesse processo.

“Lideranças de todos os partidos devem se sensibilizar para termos uma semana para votar esses projetos”, cobrou o deputada Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ). “Não é fácil ter o apoio do Congresso porque muitos parlamentares têm processos na Justiça e não têm boa vontade com nossas propostas”, complementou o coordenador da frente, Paulo Rubem Santiago (PDT-PE).  

Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641