Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Rodolfo Torres - Rodolfo Torres - Graduado em comunicação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), é jornalista e redator. Mora em Brasília desde 2005 e trabalha cobrindo política nacional.
 
Petista diz que apoio a Roseana é “autoritário e ilegal”
 
Data: 19/06/2010
 

Sensibilizar o comando do PT e chamar a atenção da opinião pública e da Justiça para a decisão “autoritária e ilegal” da direção nacional do partido, que apoia a candidatura à reeleição da governadora Roseana Sarney (PMDB) no Maranhão.

Esse é o motivo da greve de fome do deputado Domingos Dutra (PT-MA), que está no plenário da Câmara sem se alimentar desde a sexta-feira (10). Dutra não descarta morrer em plenário por conta da greve de fome.
Destacando que o partido em seu estado decidiu apoiar a candidatura do deputado Flávio Dino (PCdoB) ao governo maranhense, mas que a direção nacional forçou uma coligação com Roseana, Dutra afirma que não teve sucesso quando tentou falar com o presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, sobre o assunto.

“A opção da direção nacional foi nos esmagar”, disparou. Para ele, o apoio à candidatura de Roseana é “uma violência contra o PT” e acaba com o discurso do partido.

O deputado avalia que o fato de o PT se coligar à família Sarney significa “favorecer a bandidagem”. “É fortalecer a corrupção, é dizer amém ao latifúndio, é dizer amém a tudo aquilo que o PT não defende. E a prevalecer isso, é preferível que no Maranhão a gente não dispute nada. Porque a gente ganha, ele cassa. Os opositores do Sarney todos respondem a processo”, destacou Domingos Dutra.

“No Maranhão, a gente ganha e o Sarney vem aqui, no tapetão em Brasília, e muda. Portanto, nós já estamos cansados de ganhar eleição legitimamente no Maranhão, e o Sarney com chantagens, com bajulação, chega aqui em Brasília e altera o resultado.”

A assessoria do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), preferiu não comentar as declarações do deputado petista.

Votações

A votação do pré-sal na Câmara ficou para a próxima semana. “Como o pré-sal não está na pauta, eu acho difícil nós conseguirmos um quorum na terça-feira. Mas, na quarta-feira, nossa ideia é ter votação de manhã, de tarde e de noite”, afirmou o governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP).

O parlamentar explicou que o presidente da Câmara, Michel Temer (PMDB-SP), o procurou na semana passada e disse que gostaria de estar presente na votação do projeto que cria o Fundo Social do pré-sal. Temer, que foi confirmado como vice na chapa encabeçada por Dilma Rousseff (PT) ao Planalto, está na Europa.

Aprovado no Senado na madrugada da última quinta-feira (10), o projeto que será analisado pelos deputados altera radicalmente o atual sistema de repasse dos royalties, fazendo com que estados produtores (notadamente o Rio de Janeiro e o Espírito Santo) percam bilhões de reais. Em contrapartida, os demais estados e municípios ganharão milhões.

Para o líder governista, a emenda apresentada pelo senador Pedro Simon (PMDB-RS) ao projeto é “inconstitucional”. “A Câmara deve derrotar essa emenda... Lei não pode ser uma brincadeira.”  

Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641