Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

COLUNAS
Thiago Barros - sou Thiago Barros, formado em jornalismo pela PUC-MG em 2012, sou especialista em futebol internacional e no esporte holandês como um todo. Ao longo do tempo, vou trazer em minha coluna tudo o que agita a terra da Laranja em termos esportivos e, por motivos óbvios, afinal brasileiro ama o esporte bretão, falarei tudo sobre o que rolar no futebol holandês.
 
A volta de Kuyt e o ressurgimento do Feyenoord!
 
Data: 17/05/2017
 
Encerrada mais uma edição da Eredivisie (campeonato holandês) e o título ficou mesmo com o Feyenoord, algo que já era esperado desde o início da temporada. Rotterdam viu seu principal time liderar a competição desde o início e a conquista tornou-se questão de tempo, apesar de alguns tropeços que permitiram com que o grande rival do Feyenoord, o Ajax Amsterdam, chegasse forte na luta pelo título nacional nas últimas rodadas. Dirk Kuyt, um dos maiores atacantes holandeses dos últimos tempos, passou pelo Feyenoord no início da década passada, depois saiu para jogar em outras ligas e retornou justamente nesta temporada para recolocar a equipe nos trilhos. Terminou de forma brilhante. Ele fez os três gols na vitória sobre o Heracles por 3-1 que valeu a conquista para o Feyenoord. 
 

 
O título é bastante representativo para o time de Rotterdam. O Feyenoord não vencia uma Eredivisie desde 1999. A última conquista relevante do time havia sido a Copa da UEFA em 2002. Esse foi o segundo título da equipe nesta competição. Vale ressaltar que o Feyenoord briga justamente com o PSV Eindhoven pelo posto de segundo maior clube da Holanda, afinal o Ajax é disparado o time com maior número de títulos e adeptos. O Feyenoord, no entanto, carrega o orgulho de ter sido o primeiro time holandês campeão da Champions League em 1970. É justamente a classificação para a próxima edição da UEFA Champions League que anima os adeptos do time de Rotterdam para a formação de uma grande equipe para a próxima temporada, inclusive com a volta de um grande ídolo para a competição: Van Persie, o maior artilheiro da história da seleção da Holanda com 50 gols. 
 
A expectativa pela formação da dupla que tanto sucesso fez pela Laranja Mecânica (apelido da seleção holandesa) nos últimos anos é grande em Rotterdam. Vale ressaltar que o futebol holandês viveu um período muito ruim com os seus clubes. Desde o título do Feyenoord na Copa da UEFA em 2002, nenhum outro clube holandês despontou em cenário continental. Justamente nesta temporada, com a ascenção do Feyenoord, o Ajax Amsterdam volta a disputar uma final continental e a encantar os seus adeptos como em outrora. No dia 24.05, o Ajax decide a Liga Europa contra o poderoso Manchester United, em um encontro de duas das mais tradicionais equipes da Europa. Enquanto isso, quiçá aguardando pelo seu rival na Champions League, o Feyenoord se prepara. 
 

Fera Ferida - Kuyt mostrou sua representatividade para o futebol holandês ao voltar e levar um desacreditado Feyenoord ao título
 
Kuyt, perto dos 37 anos, deve permanecer algum tempo em ativa. Sempre voluntarioso, Kuyt nunca se destacou pela sua técnica ou pelo seu faro do gol, mas justamente por sua entrega dentro de campo e pelo seu ótimo preparo físico. Kuyt correspondeu bem as expectativas da escola holandesa, sempre sendo um jogador muito tático, inteligente e que joga do início ao fim no mesmo ritmo. A principal característica do ídolo do Feyenoord é sua versatilidade dentro de campo. Atacante de ofício, Kuyt pode jogar em qualquer função e inclusive foi lateral direito pela seleção Laranja na última Copa do Mundo, o que lhe rendeu reconhecimento do mundo inteiro. Com Kuyt e talvez com o monstro Van Persie, cujo nome deve ganhar força na janela de transferências, o Feyenoord se prepara para mais uma etapa com a revelação "Gio" Van Bronckhorst no comando técnico. As cortinas do futebol nacional voltaram a se abrir para Rotterdam, que há anos não festejava tanto com seu time. Agora o espetáculo será internacional na sempre brigada Champions League.
 
 
 
 
Share
 
Comente a coluna
Comentários


Relacionadas:
    Não há colunas relacionadas

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641