Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

MANCHETES

 

 

22/03/11 - Viagem de Obama: Muito ainda a resolver entre os dois países

Fonte:

 

Giselle Mourão
Do Contas Abertas

Apesar da importante e oportuna aproximação diplomática e comercial, na visita no último sábado (19), do presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, diversas questões que envolvem Brasil e EUA ficaram para serem resolvidas a médio ou longo prazo. Os acordos assinados e simpatia do presidente em relação a intenção brasileira de ocupar cadeira permanente no Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) foram destaques dessa visita. Para o cientista político David Fleischer, em entrevista ao jornal O Globo, “o encontro dos presidentes Dilma Rousseff e Barack Obama denota mudança no estilo das relações internacionais do Brasil”, diz.

Entre as negociações pendentes está a eventual redução de barreiras às exportações brasileiras de etanol, suco de laranja, aço, algodão e carnes, produtos citados pela presidente Dilma Rousseff em seu pronunciamento no Palácio do Planalto. Esta decisão, inclusive, não depende só da boa vontade do presidente Obama, mas, principalmente, do Congresso dos EUA, a quem compete as decisões referentes à defesa comercial.

No que diz respeito aos interesses americanos, a compra dos caças pela Força Aérea Brasileira (FAB), só deverá ser efetuada em 2012 ou 2013, tendo em vistas as dificuldades orçamentárias neste ano. A princípio, os caças americanos não são os preferidos pela FAB.

A situação dos imigrantes brasileiros também não deverá ser alterada de forma relevante, visto que a imigração ilegal – não só de brasileiros - é um grave problema para o governo americano. Da mesma forma, ficou para outra oportunidade a questão da previdência, ou seja, a contagem do tempo de serviço de cidadãos brasileiros que residem nos Estados Unidos e já contribuem para a previdência americana, com a recíproca sendo aplicada aos cidadãos americanos que vivem em território brasileiro.

Continue lendo...

Share

Mais manchetes

 

   

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641