Faça do Brasileiros na Holanda a sua página inicial
Anuncie Aqui Anuncie Aqui
logo banner
 Clima   Traffic  moeda positivo Como anunciar
setinha Aprenda Holandês
setinha Classificados
setinha Como chegar
setinha Entrevistas
setinha Ferias escolares
setinha Forum de discussão
setinha Indique o site
setinha Integração Civil
setinha Livro de visitas
setinha Missas em português
setinha Promoções telefônicas
setinha Revista
setinha Turismo
setinha Viagem de menores
setinha Vídeos
Press award

MANCHETES
 

25/03/11 - Educação bilíngue: o importante é agir de forma natural

Uma das grandes dificuldades encontradas por casais de nacionalidades diferentes é ensinar aos filhos as primeiras palavras. Como incentivar as crianças a aprender dois idiomas? Leia os conselhos de uma fonoaudióloga.

Fonte: DW

É comum casais que vivem fora do país de origem usarem a língua materna em casa. Mas o idioma falado na rua é outro. Como não confundir a cabeça dos filhos? Em entrevista à Deutsche Welle, a fonoaudióloga Linda Schrey-Dern dá conselhos preciosos aos pais de crianças bilíngues.

Deutsche Welle: Alguns especialistas aconselham que as crianças devem aprender a língua de onde moram antes do idioma dos pais. Está correto?

Linda Schrey-Dern: Não, desde o princípio cada um deve falar sua língua materna com os filhos. 

E se os pais falam línguas diferentes? 

Mesmo numa situação como essa, para conversar com o filho, cada um deve usar sua língua materna. É importante usar o idioma que flua mais naturalmente, pois o objetivo é expressar os sentimentos. É uma questão de autenticidade: quanto mais autêntico, melhor para a relação entre pais e filhos.

Falar duas línguas não é exigir demais da criança?

Não, normalmente as crianças não sofrem problemas em aprender dois idiomas paralelamente, pois têm enorme interesse em manter contato com outras pessoas, em brincar com outras crianças. Uma criança nunca aprende uma língua conscientemente, sempre instintivamente. 

Existe uma idade a partir da qual fica difícil aprender um novo idioma?

Quanto mais tarde uma criança entra em contato com um novo idioma, mais tempo pode levar o processo de aprendizagem. Sempre tem a ver com o ambiente em que vive. Tenho uma colega que veio para a Alemanha com 12 anos e só falava russo, nenhuma palavra em alemão. Hoje em dia, aos 30 anos, não dá para perceber mais que é russa. E ela continua falando sua língua materna perfeitamente. 

Em média, para aprender bem um idioma além do falado pelos pais, basta que o contato seja feito no jardim de infância e na escola? 

Sim, normalmente basta. Depende também das condições iniciais da criança. Ocasionalmente é preciso um maior esforço para aprender fora da escola. 

Continue lendo...

Share

Mais manchetes

 

   

 

Siga-nos Facebook Twitter Orkut
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
publicidade publicidade
Revista:
revista

Video:


 
Importante: Todas as colunas são de única e exclusiva responsabilidade dos seus autores, não refletindo a opinião dos mantenedores deste portal.
setas
Site criado e mantido por Marcia Curvo.Todos os direitos reservados. Reprodução proibida ©2010.
Para anúncios ou sugestões entre em contato conosco por e-mail.
Telefone: (31) (0)6 18 200 641